Mark Up: Calcule da forma certa o preço dos seus produtos com este índice

Você tem dificuldade em definir o preço dos seus produtos? Não sabe se está caro ou barato demais? Então aprenda agora!

 

 

O que é Mark Up?

Por que o Mark Up é importante?

Qual é a fórmula do Mark Up?

Fórmula de Mark Up Divisor e Exemplo 1

Fórmula de Mark Up Multiplicador e Exemplo 2

 

O que é Mark Up?

O Mark Up é uma metodologia de precificação. Com ela descobrimos o Preço de Venda por meio de cálculos que levam em consideração o Preço de Custo, Custos, Despesas, Impostos e o Lucro Pretendido.

 

Por que o Mark Up é importante?

O principal motivo da utilização desta metodologia é uma precificação justa. Sem a devida cautela com a estratégia de preço, uma empresa corre alguns riscos. Ela pode tanto deixar de ser competitiva, caso pratique preços acima dos da concorrência, quanto causar prejuízo para sua empresa, caso seus preços não cubram totalmente os custos da sua operação.

 

Por isso, a formação do preço com o Mark Up deve levar em conta dois fatores:

  •  O preço de um produto deve cobrir gastos com esse produto;
  •  O preço deve retornar uma margem de lucro justa.

 

Antes de calcularmos o Mark Up, é preciso que você entenda alguns conceitos e busque alguns dados. Sem essas informações, o cálculo do Mark Up pode dar errado. Por isso, vamos entender os itens que compõe a fórmula dele.

 

 

Preço de Custo (PC)

É o preço inicial da unidade produto sem que tenham somado impostos, lucros ou outros gastos. É representado pelo valor monetário e usamos para descobrir o Preço de Venda.

 

Custos

Custos são gastos fazem relação com a produção da atividade fim de uma empresa. Se utilizarmos uma indústria que produz sabonete como exemplo, os gastos com as matérias-primas ou com os salários do departamento de Produção serão considerados Custos, pois fazem parte da produção de sabonetes.

Eles ainda podem ser divididos em Fixos e Variáveis. Os Custos Fixos são aqueles que temos previsibilidade. Os salários da equipe de Produção precisa ser pago todo mês – logo, é um Custo Fixo. Já os Variáveis são os que estão ligados às vendas do produto. No caso da indústria de sabonetes, as matérias-primas e comissões de vendas são Custos Variáveis, já que dependem da demanda dos consumidores.

 

Despesas

Ao contrário dos Custos, as Despesas são gastos voltados para a manutenção da atividade fim, como compra de material de escritório ou salários do departamento Administrativo. Ou seja, não fazem relação com o que é vendido.

As Despesas também podem ser dividas em Fixas e Variáveis. As Fixas, assim como nos Custos, são aquelas que possuem previsibilidade, como salários do departamento Administrativo e honorários de contadores. Gastos com água, luz e telefone também contam como Despesas desde que não estejam ligados à atividade fim. Ou seja, a água e a energia usada para fabricar os sabonetes são Custos. Já a água e a luz do escritório Administrativo da empresa são Despesas.

Por fim, as Despesas Variáveis são gastos com menor previsibilidade ou continuidade, como reposição de materiais de escritório ou gastos com propaganda.

 

Impostos

Além dos Custos e das Despesas, outro quesito importante que é levar em conta na hora da precificação são as porcentagens de impostos sobre os produtos, como ICMS, PIS, CONFINS e DAS Simples Nacional.

 

Lucro Pretendido (LP)

É o valor que se deseja ganhar com a venda do produto. É colocado em forma de porcentagem na conta. O ideal é, após o cálculo do Mark Up ter sido feito, criar uma tabela com as diversas porcentagens de lucro (10%, 15%, 20%, etc) para que sua empresa possa decidir qual o preço mais competitivo do produto.

 

Além desses termos, é importante conhecer também esses outros, que aparecerão durante a conta do Mark Up.

 

Custo Total de Venda (CTV)

É uma porcentagem resultante da soma de todos os impostos, gastos (custos fixos, custos variáveis, despesas fixas e despesas variáveis) e do lucro pretendido.

 

 

Preço de Venda (PV)

Este é o preço sugerido pela conta para que você cubra gastos e tenha a margem de lucro desejada. Ou seja, é objetivo das contas envolvendo Mark Up. Seu resultado final é apresentado como um valor monetário, mas pode aparecer em alguns cálculos como 100%, sendo usado deste tipo para encontrarmos algumas outras porcentagens.

 

que tal uma ajuda para a sua empresa? Inscreva-se na nossa Newsletter.

Qual é a fórmula para do Mark Up?

Conseguimos chegar ao Mark Up a partir de duas fórmulas. Uma delas partindo da soma das porcentagens de gastos para chegarmos a um coeficiente divisor (ou seja, o Preço de Custo de um produto será divido por esse número que chegamos a partir de contas com os gastos). Esse coeficiente divisor é chamado de Mark Up Divisor (MKD).

 

MKD = (Preço de Venda – Custo Total de Venda) / 100

 

A outra maneira é a partir da divisão das porcentagens de gastos pelo valor cheio da venda. Esta conta resultará em um valor (chamado de Mark Up Multiplicador – MKM) que será usado para multiplicar o Preço de Venda.

 

MKM = 100/[100-(DV+DF+LP)]

 

Seja qual for a maneira que você inicie suas contas e qual o Mark Up usado, o resultado será o mesmo. Então vamos aos exemplos?

 

Fórmula do Mark Up Divisor e Exemplo prático 1:

Um dos produto de sua loja tem o custo unitário de R$ 10,00. Ele possui um ICMS de 19,00% e com PIS e COFINS que chegam a 3,45%. Além dos impostos e do custo unitário, você também soma a comissão do seu vendedor e suas despesas administrativas, que são de 3,50% e 5,20%, respectivamente. Você pretende adicionar uma margem de lucro de 20%. Se somarmos todos os gastos e o lucro pretendido, a conta fica assim:

 

Custos 1: Comissões = 3,50%

Despesa 1: Despesas Administrativas = 5,20%

Imposto 1: ICMS na venda = 19,00%

Imposto 2: PIS e COFINS = 3,45%

Lucro pretendido: Lucro antes dos impostos = 20,00%

——————————————–

Total: CTV – Custo Total de Venda = 51,15%

 

Ou seja, somando todas esses elementos, encontramos a porcentagem que os custos de um produto representariam no valor final. Com essa porcentagem, conseguimos alcançar o chamado Mark Up Divisor (ou simplesmente MKD).

O Mark Up Divisor é a porcentagem que usaremos para encontrar o Preço de Venda ideal. Para chegar nele, diminuiremos a porcentagem do Custo Total de Venda de 100%, que representa o valor cheio do Preço de Venda final. A fórmula então fica:

 

MKD = (Preço de Venda – Custo Total de Venda) / 100

 

Assim sendo, ao substituirmos os dados na fórmula, temos:

 

MKD = (PV – CTV)/100
MKD = (100 – 51,15) / 100
MKD = 48,85 / 100
MKD = 0,4885

 

Agora que descobrimos o Mark Up Divisor, vamos utilizá-lo para chegarmos mo Preço de Venda. A empresa do exemplo quer que o Preço de Venda cubra gastos e ainda gere um lucro de 20%. Sendo assim, vamos dividir o Preço de Custo do produto pelo Mark Up Divisor, o que resulta na fórmula:

 

Preço de Venda = Preço de Custo/ MKD

 

Por fim, ao colocarmos os valores na fórmula, temos:

 

PV = PC/MKD

PV= 10/0,4885

PV = 20,47

 

Ou seja, se pegarmos o preço unitário de R$ 10,00 e dividirmos pelo Mark Up Divisor de 0,4885, temos que o preço sugerido é de aproximadamente R$ 20,5o. Este será o preço de venda para cobrir os gastos unitários do produto e ainda ter uma margem de 20% de lucro.

 

Fórmula do Mark Up Multiplicador Exemplo prático 2:

Outra fórmula para calcular o Mark Up é 100/[100-(DV+DF+LP)], onde:

 

100 representa o preço unitário total de venda em percentual;
DV para Despesas Variáveis;
DF para Despesas Fixas; e
LP para Margem de Lucro Pretendida.

 

Vamos considerar que seu produto ou serviço custa 50,00, e que você tem os seguintes índices:

 

DV=10%

DF=10%

LP=10%

 

Nos cálculos, temos:

 

MKM = 100/[100-(10+10+10)]
MKM = 100/(100-30)
MKM = 100/70
MKM = 1,4286

 

Assim sendo, para obter o preço de venda, basta multiplicar o custo unitário da mercadoria (Preço de Custo) pelo índice encontrado do Mark Up. Ou seja:

 

PV = PC x MKM

PV = 50,00 x 1,4286

PV = 71,43

 

Neste caso, uma empresa que tenha um produto com preço inicial de R$ 50 vai precisar vendê-lo a R$ 71,43 para poder tem uma margem de lucro de 10% e ainda cubra suas despesas.

 

É importante lembrar que a margem de Lucro sobre o Preço de Venda nunca poderá ser superior a 100%. Você verá que se fizer o cálculo com uma margem de Lucro muito alta, próxima de 90%, 95%, o resultado se torna exponencial, cada vez mais alto. Por isso, atenção, não confunda o lucro esperado sobre o seu custo com margem de lucro esperada sobre o preço de venda. Como o valor do lucro está embutido no valor do preço final de vendas, a margem percentual nunca poderá ser maior do que 100%.

 

Referências:

Essa metodologia foi divulgada pela empresa Endeavor Brasil e você pode se aprofundar mais ao clicar no link abaixo, onde pode ver a matéria completa. Recomendamos fortemente que invista seu tempo nesse artigo para ver um pouco mais sobre precificação.

https://endeavor.org.br/markup/

 

Em nosso sistema, o Mark Up é essencial para o módulo de Controle de Estoque. Nele você cadastra seus produtos, insere o preço de custo e o Mark Up real. Por isso, é importante conhecer esse termo e a forma de calculá-lo.

 

que tal uma ajuda para a sua empresa? Inscreva-se na nossa Newsletter.

 

Entre em contato

(41) 3503 1002
(41) 3408 1004
(41) 99870.5557
contato@totalerp.com.br
Avenida Visconde de Guarapuava, 2764 Cj.1001
Curitiba - PR - 80030-070

Preencha para falar conosco






Teste o Total E.R.P. gratuitamente

Preencha os campos com suas informações para ter acesso ao ambiente de demonstração do Total E.R.P..