Prepara a imaginação e vem entender neste texto como a sua empresa funciona. 

 

Imagine a seguinte situação: um belo dia você acorda, se arruma, toma café e segue em direção ao trabalho. Você acredita que vai ser apenas um dia normal na sua empresa. Porém, ao chegar no local que a sua empresa ficava, você vê o que parecia impossível de acontecer: sua empresa virou uma pessoa.

 

 

Sim, exatamente isso.

Sua empresa (prédio, móveis, computadores, etc…) 

se transformou em um adulto de carne e osso.

 

Olhando aquele novo ser humano, como você o descreveria? Ele está saudável ou anêmico? Parece ser uma pessoa inteligente ou não? Respira bem ou tem dificuldades? A personalidade é marcante ou é muito parecido com diversas outras pessoas que você conhece?

 

Pode até ser parecer maluco, mas com um pouco de reflexão conseguimos entender o objetivo deste exercício de imaginação: avaliar a saúde da sua empresa. Usando a criatividade desse jeito, conseguimos analisar o que está indo bem e o que precisa de “cuidados médicos especializados”.

 

Assim como os órgãos do corpo humano desempenham funções específicas e vitais, existem diversas estruturas que são indispensáveis para o andamento de um negócio. Essas estruturas são os departamentos e, caso um deles esteja enfraquecido, toda a empresa sentirá o impacto.

 

Sendo assim, ao pensarmos um pouco em nossa analogia com o ser humano, podemos chegar a conclusão que alguns órgãos tem muita semelhança os alguns departamentos. São eles: 

 

Cérebro = Departamento Administrativo 

O cérebro é quem controla os movimentos (voluntários ou involuntários) do corpo humano e um grande processador de informações externas ou internas, como dores, sonhos e pensamentos. Ele é que vai tomar decisões que vão impactar diretamente nossas rotinas.

 

No mundo empresarial, essas funções são realizadas pelo departamento administrativo. Um exemplo disso é que é neste departamento que o planejamento estratégico é feito. Neste planejamento, os pontos fracos e fortes da empresa são avaliados e ela define onde quer estar nos próximos 2 ou 5 anos. Ou seja, é a administração que vai direcionar a empresa rumo ao futuro desejado – ou seja, movimento que a empresa vai fazer.

 

Além disso, é no setor administrativo que os resultados negativos são captados e avaliados (ou seja, as dores em um ser humano), os objetivos são criados (os sonhos) e as decisões cotidianas são tomadas (os pensamentos).

 

Por isso, um negócio inteligente e perspicaz é aquele que consegue avaliar bem os dados, analisar o mercado e os concorrentes, criar metas, criar formas de alcançar os objetivos traçados e, em caso de resultados ruins, tem a capacidade de aprender com os erros e voltar ao caminho do acerto.

 

Tenha os Dados mais Importantes da sua Empresa em um só Lugar.

Coração = Departamento Financeiro

Em um ser humano, o coração tem a função vital de bombear o sangue para todo o corpo. Este sangue contém nutrientes, hormônios, hemoglobinas com oxigênio, plaquetas e glóbulos brancos (que agem contra organismos estranhos que entram em nosso corpo, como vírus e bactérias).

 

Semelhante ao coração, o financeiro de uma empresa também “bombeia” recursos para os outros departamentos, permitindo que cresçam com investimentos, se recuperem de “lesões” ou apenas mantenham o funcionamento normal.

 

Por isso, assim como quem é cauteloso com o sistema circulatório, sua empresa também precisa cuidar da circulação de capital nela – tanto do que está entrando (as receitas) como do que está saindo (as despesas). No corpo humano, esses cuidados são feitos com a pratica exercícios físicos e uma alimentação balanceada. Já em um negócio, controlar fluxo de caixa, registrar pagamentos e avaliar dados com um D.R.E. são formas de cuidar das suas finanças.

 

Mantendo sua empresa saudável desse jeito, você consegue evitar uma perigosa “transfusão de recursos”: os empréstimos bancários com juros altos para quitar dívidas.

Gerencie o Dinheiro que Entra e que Sai da sua Empresa

 

Pulmões = Departamento Comercial 

Com um convívio muito interligado ao coração, os pulmões fazem a renovação do oxigênio no sangue. Iniciando pelo nariz, a inspiração infla os pulmões de O2, leva até os alvéolos e esses são responsáveis pela troca de gases, devolvendo CO2 para os pulmões, que sairá na expiração, e absorvendo o novo oxigênio, que irá para o coração para ser bombeado para o resto do corpo. Se o indivíduo contrair doenças respiratórias como pneumonia, tuberculose e bronquite ou possuir o hábito de fumar, a capacidade dos pulmões diminui, fazendo com que menos oxigênio entre no corpo.

 

Por conta desses aspectos, o departamento comercial seria o pulmão da sua empresa. Ele é o responsável por gerar mais vendas. Essas, por sua vez, influenciarão na quantidade de dinheiro que entra e sai do financeiro (o coração da empresa). Além disso, apenas uma área comercial saudável vai conseguir eliminar os clientes que não são o público-alvo da sua empresa, assim como os pulmões fazem com o gás carbônico.

 

Outro ponto curioso é que os pulmões nos possibilitam falar – algo que combina muito com quem trabalha nesta área.

 

 

Registre suas e tenha Dados sobre Produtos, Valores e Vendedores

 Estômago = Estoque

Comer é necessário para dar energia para o resto do corpo. Ao ingerir algo, sua boca irá mastigar, engolir e enviar para o estômago. Neste órgão a sua comida será convertida em nutrientes por meio de enzimas. Por conta da característica de armazenamento, o estoque combina com o estômago. 

 

Sobre a característica de armazenamento, tanto o estoque quanto o estômago controlam a capacidade do que pode ser guardado. Se um ser humano ficar um longo período sem comer, seu corpo ficará fraco. Porém, se você ingerir além do necessário, o resultado será mal-estar. 

 

 

Em uma empresa, se você não tiver os produtos mais vendidos estocados, sua consequência será uma anemia nas vendas. Porém, se estocar produtos que raramente são vendidos, você estará ocupando um espaço com objetos desnecessários, sobrecarregando seu armazém. 

 

Veja quais Produtos são Sucesso de Vendas em Poucos Cliques

E os outros departamentos? 

Marketing, Recursos Humanos, Jurídico ou Contabilidade dependem muito do tamanho e da necessidade de incorporar esses setores. Os departamentos acima são encontrados nas maioria das empresas, já que são os fundamentais (ou melhor dizendo, os vitais) para o bom funcionamento de negócio.

 

Se esses são os departamentos, o que seria o seu Produto/Serviço? 

O seu Produto ou Serviço é aquilo que só a sua empresa faz. É o seu diferencial perante seus concorrentes e o que faz seus clientes preferirem você. Nenhum órgão dentre os seres humanos difere tanto a este ponto. 

 

Apesar das aparências mudarem de pessoa para pessoa (cor dos olhos, estrutura óssea, tatuagens, etc), isto estaria mais ligado com o Marketing (a forma como você se apresenta e que pode mudar se desejar) do que com o seu Produto/Serviço (o que só você oferece para os outros).

 

Por isso, a personalidade de uma pessoa seria o Produto/Serviço de uma empresa. Ela é a essência que nos diferencia, que não pode ser alterada e que faz as pessoas se aproximarem ou se afastarem.

 


Quer um Sistema que está
sempre Atualizado com as Regras Fiscais?

Então conheça o Total E.R.P.

Conclusão 

Se muitas vezes temos dificuldades para entender outro ser humano, conseguir compreender os sinais que uma empresa nos dá pode ser uma tarefa exaustiva. Para poder prestar identificar esses sinais, uma série de medidas deve ser tomadas.

 

O primeiro passo é separar as funções de cada departamento e analisar os processos de cada um deles. Só assim você vai conseguir ver se existe alguma dificuldade e em qual departamento ela está. Afinal de contas, é preciso saber onde está o problema e dar uma solução específica para ela.

 

Para poder identificarmos os sintomas de cada departamento é necessário ter controle as diversas áreas da empresa. Só assim você vai ter dados para entender o que está acontecendo com o seu negócio. Um empresário, por exemplo, pode estranhar seu faturamento baixo e acreditar que a culpa é dos vendedores. Porém, se tiver controle do seu recebimento, pagamentos, fluxo de caixa, estoque e vendas, poderá descobrir que a empresa tem muitos gastos com produtos que ficam empacados nas prateleiras – ou seja, o problema está no estoque e não na área de vendas. Por ter dados e conseguir avaliar o que está acontecendo, ele pode evitar repor o que não está saindo e investir apenas no que vende mais.

 

 

Para fazer esse controle, muitos empresários e funcionários usam cadernos ou planilhas. Contudo, a solução mais eficaz e moderna é um Sistema de Gestão Online, como o do Total E.R.P.. Com ele, você registra as informações no campo certo, compara informações e consegue fazer análises com os relatórios, tabelas e gráficos. Peça uma demonstração agora mesmo e comece entender melhor o seu negócio.

 

 

Ao fazer esse tipo de gestão (separar as responsabilidades de cada departamento, colocar as informações em um sistema e avaliar os dados e relatórios) você garante que sua empresa trabalhe em sincronia e permaneça saudável.

 

Receba Dicas GRATUITAS de Gestão de Empresas!

Inscreva-se abaixo. 😉

¹ Não se preocupe. Não mandamos Spam. ² Ao assinar nossa newsletter você aceita nossa Política de Privacidade e uso de Dados.

Pacotes Promocionais

Soluções para Micro e Pequenas Empresas | Atacado, Varejo, Serviços e Indústrias

Dúvidas? Fale com nossos especialistas.
Ligamos para você